Pastagem: veja como calcular a quantidade de sementes de acordo com o valor cultural

O valor cultural é um parâmetro que indica a qualidade da semente obtida através da fórmula: Valor Cultural (%VC) = (%germinação x %pureza) / 100, cujo resultado é expresso em porcentagem. Entenda essa dinâmica no Blog do Scot. 

Apesar de compor cerca de apenas 5% a 10% do custo da formação das pastagens, a semente forrageira impacta diretamente no resultado da atividade pecuária. Alguns indicadores nos auxiliam a identificar se o produto é de alta ou baixa qualidade, tais como: germinação, pureza e valor cultural (VC).

A germinação é a capacidade da semente dar origem a uma plântula normal. A percentagem da germinação das sementes pode variar em função das condições ambientais. A pureza das sementes refere-se às sementes pertencentes à espécie desejada, ou seja, excluído toda as “sujeiras” (sementes de plantas daninhas, ovos de insetos, terra, etc.).

O valor cultural é um parâmetro que indica a qualidade da semente obtida através da fórmula: Valor Cultural (%VC) = (%germinação x %pureza) / 100, cujo resultado é expresso em porcentagem. Portanto, se a semente possui alto valor cultural, consequentemente tem um alto índice de germinação e de pureza, expressando, uma alta qualidade do material.

Logo, se o produtor estiver indeciso entre duas sementes de mesmo preço, o melhor negócio será a aquisição da semente com maior valor cultural.

Quantos quilos de sementes utilizar por hectare

Conhecido o valor cultural da semente, para saber quantos quilos de sementes serão consumidos por hectare será preciso definir o método e a taxa mínima de semeadura, obtida através da fórmula:

Taxa mínima de semeadura = (Ponto de Valor Cultura (PVC) / hectare) / %VC

Para conhecer o Ponto de Valor Cultural pode-se, por exemplo, consultar a tabela publicada pela Embrapa, cujos números foram obtidos através de pesquisa.

Tabela 1
Pontos de Valor Cultural por hectare (PVC/ha) da Brachiaria brizantha cv. Marandu e Brachiaria decumbens, em função do método de plantio e da profundidade de plantio.


Fonte: Embrapa

Observação: os estabelecimentos dessas referências foram obtidos através de pesquisas para determinar a quantidade de plantas por área, a partir da quantidade de sementes por peso e a porcentagem que realmente se estabelecem pós- semeadura.

Dispondo dessas informações, aplica-se a fórmula para saber qual a quantidade mínima de sementes para semear um hectare.

Para este exemplo, foi considerado a semente da Brachiaria brizantha cv. Marandu, com valor cultural de 50%, com plantio a lanço. Logo:

Taxa mínima de semeadura = 520 / 50 = 10,4 kg de sementes por hectare.

Descoberta a quantidade de sementes recomendadas para o plantio de um hectare, o produtor consegue conhecer o custo da operação.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, a semente da Brachiaria brizantha cv. Marandu, com um VC de 50% está cotada, em média, em R$7,58/kg.

Como a recomendação (obtida através do cálculo da taxa mínima de semeadura) foram de 10,4kg/ha, o custo com a aquisição da semente será de R$78,83/ha. (Tabela 2).

Tabela 2.
Custo em R$/hectare da semente de Brachiaria brizantha cv. Marandu.

Fonte: Scot Consultoria – www.scotconsultoria.com.br

Na simulação da tabela 2 o custo com a semente ficou em R$78,83/ha, e se o produtor optar por uma semente com um VC maior ele poderá reduzir os gastos com semente, a depender do preço naturalmente.

Ou seja, seguindo a mesma metodologia, com uma semente com valor cultural de 80%, a taxa mínima de semeadura é de 6,4 kg de sementes por hectare.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, a semente da Brachiaria brizantha cv. Marandu, com um valor cultural de 80% está cotada, em média, em R$11,63/kg.

Neste caso, a opção pela semente com um maior VC resultará em menor gasto na aquisição das sementes (tabela 3). Uma redução de 5,07%, mesmo a semente de maior VC custando mais.

Tabela 3.
Comparativo de custo, em R$/ha, da semente de Brachiaria brizantha cv. Marandu, com valor cultural de 50% e 80%, respectivamente.
Fonte: Scot Consultoria – www.scotconsultoria.com.br

Pode-se calcular também o preço máximo que a semente de pastagem com um VC mais alto pode ter em relação a semente com um VC menor (ponto de equilíbrio).

Tabela 4.
Ponto de equilíbrio entre as sementes forrageiras com um valor cultural de 50% e 80%, das espécies Brachiaria brizantha cv. Marandu e Brachiaria decumbens, considerando o estado de São Paulo.

Fonte: Scot Consultoria – www.scotconsultoria.com.br

A tabela 4 mostra o ponto de equilíbrio entre as sementes com VC de 50% e 80%, ou seja, até o patamar de R$12,13/kg e R$19,00/kg, para o Marandu e o Decumbens, respectivamente, as sementes com o VC maior são financeiramente mais rentáveis frente as sementes com um valor cultural menor, e, acima destes patamares, as sementes com um VC menor garantem maior economia ao produtor.

Fontes consultadas:
https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/937485/1/OrientalComTec235.pdf

http://www.diasfilho.com.br/Palestras/Formacao_Manejo_Pastagem_Moacyr_Dias-Filho.pdf

http://old.cnpgc.embrapa.br/publicacoes/naoseriadas/passoapasso/passapasso.html

Fonte do artigo: Canal Rural 

Para saber mais sobre a Conecta Sementes, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *